Antro Particular

12 dezembro 2008

enfim...

Hoje foi um dia esquisito. Estou acostumado ao fim de um trabalho, mas em Complexo Sistema de Enfraquecimento da Sensibilidade a sensação foi diferente.
Nem mesmo a chuva ou o enlouquecido trânsito impediram que as pessoas viessem ao teatro, fazendo com que a última apresentação fosse como todas as outras, casa lotada, público acomodado quase dentro da cena.
O telefonema à tarde na frustação de conseguir um assento e o desejo de já reservar para o próximo ano.
A temporada foi assim. Muitos rostos amigos, desconhecidos, alguns inesperados, do tipo que se sonha ter como público.
Agora é dormir, curar a gripe insistente e se preparar para um novo ano de trabalho e sonho.
Parabéns à Cia. de Teatro Antro Exposto.
2008 foi um bom início de tudo...

6 Comments:

  • BRAVOS, RUY !!!

    ...a gripe é pra curar as dores,

    ...as chuvas pra lavar a alma,

    ...os rostos lívidos e olhares emocionados são as respostas aos sonhos,

    beijos,

    Cacalo.

    By Anonymous CACALO, at 2:51 PM  

  • valeu, ruy e equipe, mas cuidado com qualquer tipo de sucesso...
    bjs
    contrera

    By Blogger Rodrigo Contrera, at 11:41 PM  

  • Obrigado, Cacalo, pelas palavras e pelo carinho desde o início. Um amigo que surge das arquibancadas é, possivelmente, uma das manifestações mais sinceras para nós, artistas.
    Beijos e venha sempre.

    By Blogger Ruy Filho, at 4:52 PM  

  • Rodrigo, nós que agradecemos os escritos, as palavras. Quanto ao sucesso, concordo, é sempre bom estar esperto.

    Beijos

    By Blogger Ruy Filho, at 4:53 PM  

  • Mais que cuidado com o sucesso,cuidado com vampiros frustrados com esse Rodrigo Contrera. Ele teme o sucesso dos outros porque é incapaz de fazer sucesso por si. Um chato!!!!!!!

    By Anonymous Anônimo, at 12:47 AM  

  • respondo ao Anônimo:
    chamavam-me de chato todos os que me temiam ou me invejavam. eu, triste dizer, acabei acreditando. hoje, não.
    explico por que ter medo do sucesso: porque dele vem a decadência. é sempre bom nos resguardarmos a tudo, mesmo ao maior sucesso, diante de todos os que amamos e que nos amam. pois com o sucesso que acreditarmos real podem advir conseqüências funestas.
    ao anônimo, por outro lado, só tenho a dizer: nada. ahahahah
    ah, sim, eu, de minha parte, só quero sempre ser ninguém. melhor assim.
    beijos
    contrera

    By Anonymous Anônimo, at 3:09 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home